Vereador acusado de homicídios em Minas Gerais é preso em Imperatriz

A Polícia Civil da cidade de Imperatriz efetuou nesta terça (20) a prisão preventiva de Marcos Felicíssimo Gonçalves, o “Marquinhos”, de 52 anos, que é vereador e presidente da Câmara na cidade de Conselheiro Pena, em Minas Gerais. Atualmente, ele está com o diploma de vereador cassado pela Justiça Eleitoral de Minas, mas recorreu ao TSE.

Marcos foi encaminhado para a Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz e deve ser recambiado para Minas nos próximos dias.

Segundo a polícia, Marcos é suspeito de ser um dos líderes de uma organização criminosa intitulada “Irmandade” com atuação na região de Conselheiro Pena.

As investigações realizadas em Minas Gerais apontam que a organização é responsável por cerca de 18 homicídios entre os anos de 2012 e 2018 no estado.

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*